Dicas de Estudo

Como estudar para o Enem 2019

Por Giullya Franco

O período de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é, muitas vezes, desgastante para o estudante. Horas e horas de estudos, cursinhos, redações e provas fazem parte da rotina daqueles que sonham em conquistar uma vaga no ensino superior.

A prova do Enem acontece apenas uma vez no ano e é de extrema importância para todos os estudantes. Por isso, é preciso estar bem preparado. Mesmo sabendo que cada um tem uma forma diferente de se preparar, muitos acabam passando anos estudando para conseguir uma boa nota, enquanto outros conseguem um bom resultado já no primeiro exame.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) já divulgou as datas do Enem 2019, e as provas serão nos dias 3 e 10 de novembro. Agora, se você pretende ter sucesso rápido e alcançar um bom resultado na prova, é preciso se organizar, otimizar o tempo e estudar da maneira que for mais produtiva.

O certo é que, quanto mais cedo você começar a estudar, melhor será o seu desempenho, já que deixar tudo para última hora pode atrapalhar o seu planejamento.

Confira 7 dicas de como estudar para o Enem 2019:

 

1- Entenda como será o exame do Enem

Antes de conhecer todas as dicas que o Brasil Escola separou, é fundamental que você possa entender como funciona o Enem e as regras e características de aplicação do exame. Desta maneira, é mais fácil ter uma noção da quantidade de assuntos que você terá que estudar e como colocá-los no seu planejamento de acordo com o que você tem mais facilidade, ou com o que precisará dedicar mais atenção.

No Enem, um fator determinante que deve ser levado em consideração é entender que as questões são interdisciplinares e contextualizadas. Com isso, pode ser que, em uma mesma questão, seja exigido o conhecimento em mais de uma área. 

Saiba o que é interdisciplinaridade no Enem

Além disso, o exame também cobra temas de atualidades, o que exige uma parte do tempo de estudos dedicada ao acompanhamento das notícias.

O conteúdo da prova está na Matriz de Referência do Enem. O exame é realizado em dois domingos e conta com 180 questões objetivas e uma redação.

Primeiro dia do Enem 2019

Questões de 1 a 45: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
Questões de 46 a 90: Ciências Humanas e suas Tecnologias
Redação

Segundo dia do Enem 2019

Questões de 91 a 135: Ciências da Natureza e suas Tecnologias
Questões de 136 a 180: Matemática e suas Tecnologias

2- Monte um cronograma de estudos

É comum que no início da preparação você se pergunte: “Quantas horas por dia devo estudar para o Enem?”. Essa questão varia de pessoa para pessoa e também do objetivo de cada uma. Quando o estudante vai fazer o Enem para o ingresso em universidade pública, a recomendação de especialistas é que o estudo seja de, pelo menos, três horas diárias, além do tempo dedicado à rotina escolar.

Muitas vezes, quando há uma prova, uma das primeiras reações do estudante é a de que o tempo não vai ser suficiente para estudar tudo o que precisa e que também não vai sobrar tempo para fazer mais nada. Para evitar essa situação, é preciso traçar um plano de estudos personalizado de acordo com as suas necessidades.

Utilizando um caderno, computador ou até mesmo o celular, com um bom planejamento e método de estudos, é possível criar uma rotina para conseguir estudar de forma tranquila e alcançar bons resultado no Enem.

3 -Responda as provas das edições anteriores

Mesmo que o candidato já tenha feito outras provas de vestibular, é recomendável resolver questões anteriores do Enem porque a prova tem suas especificidades. As questões do Enem envolvem disciplinas múltiplas, possuem textos longos e exigem uma boa capacidade de interpretação.

Com isso, estudar e responder as provas anteriores do Enem é uma forma de você saber qual o nível de dificuldade encontrada em cada questão e área de conhecimento. A partir daí, fica mais fácil para definir quais as disciplinas devem receber mais atenção.

Para auxiliá-los nessa parte dos estudos, o Brasil Escola disponibiliza as provas, gabaritos e correção comentada do Enem.

Também temos disponível uma página para que os estudantes possam resolver exercícios à parte das provas, mas que trazem os temas que mais caem no Enem. Aproveite para praticar seu conhecimento.

4- Faça Simulados do Enem

Agora que você já sabe como funciona o Enem e já conheceu as provas anteriores, é hora de simular como se sairia na hora da prova. Os simulados são indispensáveis para que o estudante possa testar o conhecimento e treinar a concentração dentro do tempo de prova.

O Brasil Escola possui o melhor Simulado Enem. Lá, o estudante pode montar seu simulado, seja por área de conhecimento ou dia de prova, cronometrar e salvar o resultado.

É indicado para os estudantes que queiram testar suas habilidades através do simulado que, durante esse período, ele tente se colocar ao máximo dentro da situação de prova. Nos dias de realização da prova, o candidato tem 5h30 no primeiro domingo e 5h no segundo. Por isso, evitar fazer pausas e ultrapassar o limite de tempo ajuda a não perder a hora no dia da prova.

5- Treine a redação  

redação do Enem é uma das maiores preocupações do estudante. Insegurança com o tema, entendimento da proposta e falta de argumentos são alguns dos fatores que causam receio em alguns candidatos quando chega o momento da produção do texto.

É muito importante que o estudante compreenda que, quanto maior for a sua capacidade de argumentação, maior serão as chances de que ele obtenha uma boa nota. Por isso, treinar o texto é um dos pontos mais determinantes para quem quer se sair bem no Enem.

Para praticar, o estudante pode intercalar os temas das redações de edições anteriores do Enem, com assuntos atuais e acontecimentos marcantes da semana, tanto em questões nacionais como internacionais.

Todos os anos o Inep divulga um Manual de Redação, que informa o que a banca espera de um texto dissertativo-argumentativo. 

Para aperfeiçoar ainda mais o seu desempenho no texto, corrigir a redação é outro passo fundamental. É a partir daí que você conseguirá mensurar se seu texto está bom, se ele está de acordo com o que foi proposto e se o seu conhecimento das técnicas de redação, domínio da Língua Portuguesa e poder de argumentação estão prontos para a prova do Enem. 

6- Assista Vídeoaulas

 

Videoaulas são uma forma mais dinâmica para estudar e, além de tudo, são gratuitas

Além da facilidade desse método de estudo, no qual você só precisa de uma conexão à internet e um computador, celular ou tablet, as videoaulas para o Enem são uma forma mais dinâmica para estudar e, além de tudo, são gratuitas.

Mesmo que, em alguns casos, a internet possa ser uma distração para o estudante, é importante manter o foco e o planejamento de estudos, fazendo dela uma grande aliada na hora da preparação.

7 – Se mantenha atualizado

Como já sabem, o Enem é uma prova interdisciplinar e contextualizada que, além dos conteúdos ensinados em sala de aula, exige um conhecimento geral dos temas que estão em pauta na atualidade.

Na prova, os assuntos podem aparecer em diferentes áreas do conhecimento e de diversas formas, por isso, o estudante deve estar bem informado com o que está acontecendo para se sair bem nas questões que envolvem as atualidades.

Uma boa forma para se manter bem informado é acompanhar portais de notícias, ler e assistir os jornais e, também, conhecer os textos sobre atualidades.

 

https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/enem/como-estudar-para-enem-2019.html

About the author

Bom Aluno Londrina

Leave a Comment